Fortaleza - CE - Brasil
0800 705 75 75

Coprocessamento

O coprocessamento é a tecnologia de destinação final de resíduos em fornos de cimento que evita geração de novos resíduos e contribui para a preservação de recursos naturais. Por meio dessa prática, são eliminados por completo materiais descartados e resíduos de diversas atividades industriais. A Cimento Apodi utiliza-se da técnica em sua fábrica no município de Quixeré, no Ceará.

Trata-se de uma operação combinada na qual os resíduos são queimados e destruídos e se produz clínquer de qualidade. Os fornos de clínquer têm capacidade de destruição de grandes volumes de resíduos e o processo não altera a qualidade do cimento. A prática está contemplada no texto da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12305/2011) como alternativa ambientalmente adequada de gestão de resíduos. Por meio do coprocessamento, são aproveitados energia e minerais. Um dos efeitos mais importantes é a redução da emissão de gases do efeito estufa.

Podem ser coprocessados resíduos com poder calorífico, substitutos de matéria prima e pneus. Há benefícios como destruição de resíduos (passivo ambiental) que iriam para o meio ambiente, substituição de combustível fóssil, substituição do uso de matérias-primas, redução dos impactos ambientais locais e adequação do forno de cimento como ferramenta de gestão ambiental.

Além disso, o coprocessamento oferece solução para gestão de outros setores industriais, como alumínio, embalagens, energia elétrica, papel e celulose, metalurgia, automobilística, petroquímica, química e siderurgia. Dessa forma, ao realizar o coprocessamento, a Cimento Apodi auxilia na solução de passivos ambientais como borras, plásticos, pneus inservíveis e resíduos industriais.